Saiba como funciona a reversão de vasectomia

Tempo de leitura: 8 min

Escrito por gabriel
em janeiro 24, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Saiba como funciona a reversão de vasectomia

A vasectomia é um procedimento contraceptivo que tem se popularizado cada vez mais entre o público masculino. Trata-se de uma operação simples, na qual é realizada uma ligadura nos canais condutores dos espermatozoides.

Ao impedir a chegada dos espermatozoides na uretra, é possível evitar a gravidez indesejada de forma muito eficiente, garantindo mais tranquilidade para homens que não tem o desejo de ter filhos.

Vale lembrar, entretanto, que esse tipo de cirurgia não impede DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis), sendo necessário o uso de camisinha mesmo depois da operação, caso você não tenha uma relação estável e que não envolve outros parceiros.

Um dos principais elementos que aumentou a procura pela vasectomia é a questão de planejamento familiar. O país tem passado por uma forte crise política e econômica, o que deixa os casais receosos com os custos de uma criança.

As cirurgias contraceptivas para mulheres são muito mais complexas e evasivas, o que fez com que a vasectomia ganhasse mais força e muitos homens passassem a procurar esta como uma importante ferramenta para evitar a gravidez.

O conceito da vasectomia, entretanto, ainda não é muito claro para o público comum, e existem algumas informações que podem facilitar a compreensão de porque este tipo de cirurgia é muito mais adequado.

Em primeiro lugar, a vasectomia é reversível. E isso vai além do senso comum que apenas durante os dois primeiros anos essa reversão pode ser feita. 

Um homem com vasectomia pode optar por uma reversão de vasectomia preço durante um longo tempo, com uma recuperação satisfatória.

A tecnologia tem sido uma grande aliada nesse processo, uma vez que as ferramentas de tratamento e operação estão cada vez mais avançadas, permitindo um tratamento mais adequado e menos invasivo para o paciente.

Mesmo assim, existem algumas restrições, e nem todos os médicos aceitam fazer o procedimento em homens mais jovens, a não ser que eles tenham algum quadro que demande esse tipo de cirurgia com segurança biológica.

Além disso, embora sejam muito raros os casos, alguns homens engravidam sua parceira mesmo com a vasectomia, então é importante tomar o máximo de cuidado necessário caso esse não seja um interesse do casal.

Fazendo uma reversão de vasectomia

A vasectomia é um procedimento que costuma aumentar consideravelmente em quantidade durante períodos de recessão econômica. Normalmente, é uma forma de lidar com os riscos de aumentar consideravelmente os gastos em casa com um bebê não programado.

Entretanto, em períodos mais prósperos, é comum que as pessoas comecem a ter pensamentos diferentes, e resolvam programar-se para ter uma família ou aumentá-la, no caso de casais que já possuem filhos. 

Por isso, fazer os exames corretos com um coletor de urina é muito importante para conseguir a reversão.

Além disso, alguns homens mudam de ideia ao se casar novamente, caso a parceira atual tenha o desejo de ter filhos. O desejo de aumentar a prole não é incomum para muitos homens, e não é um procedimento complexo.

A primeira reversão de vasectomia ocorreu no ano de 1902, e desde então a urologia tem avançado em questões técnicas e em procedimentos, criando um ambiente cada vez mais seguro e aumentando consideravelmente a chance de sucesso acompanhando o paciente com aparelho de pressão arterial e outros elementos.

Embora em teoria qualquer homem que tenha passado por uma vasectomia seja um bom candidato a reversão, é preciso ter atenção a algumas situações especiais, nas quais a cirurgia de reversão tende a ser menos bem sucedida, como por exemplo:

  • Vasectomizados há mais de dez anos;
  • Homens com dificuldades para ter filhos;
  • Homens com parceiras acima dos 40 anos;
  • Homens que apresentam baixa contagem de espermatozóides.

Nestes casos, ainda é possível tentar engravidar, mas o recomendado é procurar outros formatos de fertilização assistida que tenham um potencial maior para conseguir uma nova gestação.

Como funciona a reversão?

A vasectomia em si é um processo simples. Basta fazer um corte específico na bolsa testicular, que impede a passagem de espermatozoides pelos canais. O sêmen não deixa de ser expelido durante as relações, mas ele vai livre dos espermatozoides.

No caso da reversão, é necessário desfazer essa obstrução do canal. Para isso, é realizada uma pequena incisão na bolsa testicular para que o médico consiga fazer o procedimento adequadamente com um suplemento mineral. O período de recuperação é relativamente rápido.

A alta hospitalar, por exemplo, acontece no mesmo dia do procedimento, que costuma durar em média uma hora, sem a necessidade de internar o paciente que está passando por esse tipo de situação.

Para uma recuperação total, o período estimado é de aproximadamente 5 dias, em que o homem estará com todas as suas funções regularizadas e com a reversão completa. Não há nenhum tipo de procedimento necessário para a mulher nestes casos.

Atualmente, existem dois métodos comuns para o procedimento de reversão. Eles são conhecidos como vaso-vastostomia e vasoepididimostomia.

A escolha de qual tipo de reversão será utilizada fica por conta do cirurgião, que normalmente avalia como o procedimento foi feito em primeiro lugar para trabalhar corretamente com esse tipo de atividade que pode depender de tradução de documentos para as autorizações.

O primeiro ponto é fazer a incisão onde a vasectomia obstruiu, para identificar como está o procedimento no momento. A secreção que escorre da incisão é levada a um microscópio para análise, onde será procurada a existência de espermatozóides.

Caso eles sejam encontrados, a sequência se dá com a vasovastostomia. Entretanto, caso não apareçam espermatozóides na secreção, a opção restante é a vasoepididimostomia, que é um procedimento mais complexo e demorado.

Isso não significa que é um procedimento mais difícil, mas ele leva mais tempo e exige uma atenção especial do médico que está trabalhando com esse tipo de reversão para a vasectomia, que passa por um constante desenho e melhoria de processos.

Taxa de sucesso da reversão

O sucesso nas cirurgias de reversão de vasectomia são consideráveis, e levam em conta dois fatores importantes, que são a taxa de patência e a taxa de gravidez.

A primeira delas é verificada através de um exame conhecido como espermograma. Ele é realizado depois da cirurgia e verifica se a recanalização teve o resultado esperado, garantindo que os espermatozóides voltarão a circular.

A taxa de gravidez, por outro lado, é um percentual avaliado pelos homens que fazem a cirurgia com o intuito de aumentar sua prole, e é determinado de acordo com a capacidade dos mesmos de engravidar suas parceiras.

Embora a ideia de que a vasectomia pode ser revertida apenas até dois anos do procedimento inicial seja um mito, a verdade é que quanto menos tempo passar, melhor.

A tecnologia hoje permite que se recuperem cirurgias com mais tempo, criando um ambiente de qualidade com soluções ambientais, mas o resultado ainda é melhor quando o paciente tem menos tempo na condição de vasectomizado.

Além disso, a técnica que é utilizada no procedimento tem impacto direto no sucesso da reversão.

Existem procedimentos que buscam ser o menos invasivos possíveis, evitando ao máximo qualquer tipo de lesão ou ressecamento. Estes são os pacientes com mais chances de se recuperar completamente em pouco tempo.

Mesmo sem o canal permitindo que os espermatozóides se movimentam, a produção testicular normalmente é mantida mesmo depois da vasectomia. Isso ajuda a entender a possibilidade e facilidade de reverter a cirurgia.

O futuro desse tipo de procedimento está nas microcirurgias. Trata-se de utilizar um microscópio para auxiliar o processo, que pode aumentar o tamanho em até 40 vezes. Por conta disso, muitos médicos têm optado por esse modelo de cirurgia.

Essa precisão permite que você consiga trabalhar com muito mais tranquilidade, permitindo que evite qualquer tipo de lesão durante o procedimento que possa prejudicar o paciente de maneira futura.

Além disso, a qualidade de visibilidade de uma cirurgia como esta ajuda a alinhar com perfeição toda a reconstrução que está sendo desenvolvida, garantindo um procedimento mais satisfatório para o paciente.

A reversão também não é uma exclusividade para métodos tradicionais de concepção. A fertilização in vitro também funciona com pacientes que reverteram uma vasectomia, garantindo que o resultado será satisfatório.

Esse método é ideal para pessoas que têm problemas para engravidar, como uma taxa de gravidez reduzida ou outros problemas que possam atrapalhar o processo como um todo.

Considerações finais

A cirurgia de reversão de vasectomia não só é possível, como existem várias maneiras de realizar e o procedimento não é tão complexo assim, principalmente se você procurar um bom profissional para realizar esse procedimento.

O sucesso de uma reversão de vasectomia depende de uma série de fatores, mas na maioria dos casos, funciona corretamente e permite que o homem possa tentar engravidar sua parceira novamente.

Mesmo com todos estes benefícios, é importante ter uma alternativa sempre à disposição. Por isso, é muito comum que os urologistas ofereçam o processo de criopreservação antes de iniciar uma vasectomia.

Assim, caso o procedimento de reversão não tenha resultados como o esperado, ainda existe a possibilidade de aumentar sua família caso seja do desejo de todos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.