Veja 10 malefícios do açúcar para o organismo

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em junho 13, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Veja 10 malefícios do açúcar para o organismo

Certamente você já ouviu em algum lugar que o açúcar processo pode ser extremamente prejudicial ao seu organismo. Ele é pauta de reportagens nas grandes emissoras, fora que na internet há vários tipos de conteúdo sobre o quão prejudicial ele pode ser para o organismo.

Entretanto, poucas pessoas sabem as razões pelas quais o açúcar consegue ter o papel de um vilão para o nosso corpo.

É muito comum as pessoas associarem a ingestão de açúcar apenas ao açúcar branco, o mais conhecido, que por sua vez costuma ficar em potes para serem usados posteriormente para adoçar algo.

Contudo existem outras formas de prejudicar o organismo além de ingerir somente o açúcar branco.

Uma dessas variações é o açúcar refinado, um tipo de produto que costumamos consumir em vários tipos de alimentos, e o pior de tudo é que ele é, muitas vezes, imperceptível para o nosso paladar.

O fato é que esse é um problema que precisa ser discutido, isso porque, além do açúcar branco que usamos frequentemente para adoçar o café e outras bebidas, ainda consumimos o açúcar processado através do:

  • Pão;
  • Bolo;
  • Doces;
  • Tortas. 

Portanto vale a pena ficar atento sobre os alimentos que estamos acostumados a consumir diariamente, já que o próprio açúcar é capaz de causar danos ao nosso organismo.

Dito isso, vale a pena considerar a ideia de fazer uma exportação de tipos de açúcares mais saudáveis, afinal o açúcar pode sim ser uma substância que pode contribuir com o funcionamento ideal do seu corpo.

Neste artigo você vai entender melhor como o açúcar consegue afetar o nosso organismo e, além disso, iremos explicar quais são os hábitos que você pode adotar para amenizar esses malefícios.

Os malefícios do consumo frequente do açúcar

Por mais que o açúcar consiga trazer várias consequências ao nosso organismo, ele não é considerado uma substância prejudicial. Contudo, até que ele chegue em nossas casas, o produto passa por várias etapas de industrialização.

Vale pontuar também que há vários alimentos que possuem açúcar processado em sua composição. Quando temos um pão congelado para consumir, após esquentá-lo ainda estamos ingerindo várias quantidades de açúcar sem que nós consigamos perceber.

Como já é de se imaginar, o açúcar processo perde todos os seus nutrientes no processo de industrialização. Em outras palavras, o processo químico de refinação é o responsável por tirar todos esses nutrientes.

Após a substância passar por esse processo, o que resta são os carboidratos e calorias que, como sabemos, não são muito vantajosos para o nosso corpo.

Nessa fase, na verdade, a substância é semelhante à um distribuidor de descartáveis, visto que ele não é capaz de apresentar nenhum benefício ao corpo. Podemos concluir que esse processo é a grande razão pela qual o açúcar faz mal para a saúde.

Além disso, listamos aqui os principais malefícios que podem ocorrer quando essa substância é consumida com muita frequência. Inicialmente podemos citar o mais conhecido, que é o ganho de peso ao decorrer do consumo excessivo.

1 – Aumento de peso

Entre tantas razões, o açúcar é um dos vilões do aumento de peso justamente por interferir na ingestão dos alimentos. Uma substância que poderia funcionar como um elemento filtrante para a pessoa desenvolver um bom humor acaba ocupando o papel de vilão das balanças.

Quando o açúcar processado é consumido, picos e quedas de glicemia acontecem no organismo de forma repentina, e essa oscilação faz com que o corpo entre em um ciclo vicioso.

Sempre que ocorre uma queda de glicemia, o organismo começa a sentir a necessidade pelo alimento. Em momentos como esse você pode considerar a ideia de consumir um pão que tenha carbonato de potássio em sua composição, visando fazer um equilíbrio dentro do seu organismo.

Para tentar evitar o ganho de peso, você pode considerar a possibilidade de melhorar a digestão por meio do programa de detox, além, é claro, da diminuição do consumo de açúcar.

Dessa forma o seu corpo começa a evitar os possíveis picos e quedas de glicemia que podem ocorrer durante o seu dia.

2 – Cáries

Um dos malefícios que as pessoas já estão acostumadas a se deparar são as cáries. Desde criança já sabemos que os doces são inimigos dos dentes. O que ocorre quando se tem uma cárie é uma transformação do açúcar pelas bactérias que já estão presentes na boca.

Por esse motivo você pode optar por pesquisar sobre organizações, como uma empresa de inspeção de qualidade que avalia as composições de um alimento, visando a baixa quantidade de açúcar.

Essas bactérias são transformadas em ácidos que atacam e enfraquecem os dentes, e sem um tratamento devido, a pessoa pode começar a perder os seus dentes. Fora o risco de perder os dentes, as cáries ainda podem contribuir para que a pessoa tenha mau hálito.

3 – Má condição da pele

Da mesma forma que existem alimentos indicados para promover uma saúde melhor da pele, há também alimentos que precisam ser evitados por um simples motivo: são prejudiciais à própria pele.

Quando consumimos açúcar de forma excessiva, a substância é capaz de fazer com que a nossa pele fique enrugada e opaca.

Quando a pele se encontra em um nível muito alto de degradação, o processo para recuperá-la é como um laudo ambiental, visto que o paciente precisará passar por vários processos estéticos, incluindo sua maneira de se alimentar.

Quanto mais glicose temos no organismo, mais a elasticidade da pele é prejudicada. Posteriormente é possível perceber que a pele está mais flácida e com uma aparência envelhecida.

4 – Dores nas articulações

Para as pessoas que já sofrem com dores nas articulações, evitar o consumo de açúcar pode ajudar na diminuição dessas dores. Em todo o caso, procure um acompanhamento de um centro de medicina do trabalho focado em auxiliar pacientes com esses sintomas.

5 – Depressão e ansiedade

Quando o assunto é falar sobre os malefícios de algum alimento, automaticamente nos lembramos sobre como o organismo pode ser afetado. Entretanto, o psicológico também pode sofrer com as consequências.

Quando a pessoa já sofre com depressão e ansiedade, consumir grande quantidade de açúcar pode potencializar o seu quadro. Essa sensação acontece pelo fato do cérebro sentir que o açúcar é a substância capaz de oferecer o sentimento de estar confortável.

6 – Mau funcionamento do intestino

Outra razão pela qual o açúcar consegue ser prejudicial para o nosso corpo está ligado ao funcionamento do intestino, que por sua vez fica comprometido devido ao excesso de alimentos que possui grande quantidade de açúcar.

O mau funcionamento do intestino está ligado à fermentação do açúcar. Esse processo é capaz de destruir as bactérias que são positivas para o funcionamento dele.

7 – Gastrite

A digestão do açúcar eleva a fermentação do intestino, podendo causar um desconforto do fundo gástrico e dor na região da barriga.

O açúcar também faz parte da lista dos alimentos que também são responsáveis por estimular a produção de secreção do ácido gástrico, resultando na gastrite.

8 – Diabetes

Talvez a diabetes, dentre os malefícios do açúcar, seja o mais conhecido. Para os diabéticos, o consumo excessivo de açúcar pode descontrolar o nível da glicose e resultar no quadro de hiperglicemia.

Além disso, os resultados dessas mudanças no organismo podem resultar em consequências gravíssimas. A desidratação e a perda de visão é uma das consequências, incluindo também a possibilidade de entrar em coma.

9 – Colesterol alto

Alimentos que são compostos por açúcar processado favorecem o acúmulo de gordura nos vasos sanguíneos, o que pode acabar interrompendo o fluxo correto de sangue para as principais regiões do nosso corpo.

Para que você tenha ideia, o acúmulo de gordura na parede dos vasos sanguíneos pode afetar outras regiões, como os rins, coração e cérebro. Vale pontuar também que existe o risco de acidente vascular e trombose.

10 – Envelhecimento precoce

Uma pele com altos níveis de glicação, substância que surge originalmente do açúcar, pode facilmente ganhar a aparência de pele envelhecida e mal cuidada.

Linhas de expressão, rugas, acne e até mesmo inchaços podem acontecer devido ao excesso de açúcar no organismo.

Quantidade recomendada para o consumo do açúcar

Como já foi citado no início deste artigo, o açúcar não é uma substância considerada prejudicial, afinal ele também é recomendado para outros fins.

Afinal, tudo o que foi dito agora são problemas recorrentes ao excesso de açúcar, quando consumido de forma isolada, ele não consegue apresentar nenhum problema. O ideal é que seja consumido uma porção de apenas 25g de açúcar refinado, o que vale uma colher de sopa cheia.

Felizmente há outros tipos de açúcar no mercado que são muito menos industrializados, que é o caso do mascavo.

Considere também utilizar o mel, isso porque ele tem em sua composição várias vitaminas e minerais, além de conseguir substituir o açúcar em receitas de suco detox.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.