Entenda como o enfraquecimento ósseo pode afetar os seus dentes

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por admin
em agosto 24, 2021

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.
Entenda como o enfraquecimento ósseo pode afetar os seus dentes

Uma das principais características relacionadas com o bem-estar e autoestima de uma pessoa é o seu sorriso. Por isso, a ideia de perder os dentes atormenta qualquer um e 

o enfraquecimento ósseo é uma das causas comuns que podem gerar esse problema.

Por isso, é sobre ele que este artigo tratará, porém existem outras causas que devem ser notadas pelo especialista durante uma consulta, como:

  • Falta de higienização adequada;
  • Periodontite: uma infecção bacteriana que atinge as gengivas;
  • Má alimentação com excesso de açúcar: favorecendo o surgimento de cáries;
  • Substâncias químicas: como no caso de algumas drogas.

Sejam quais forem as causas de um problema bucal, o indicado é estar sempre em acompanhamento com um especialista e praticar uma correta higienização como fontes de prevenção de futuros problemas. 

As lentes para dentes são uma opção de melhorias estéticas que visam dar uma aparência nova a um dente deteriorado e quebrado, trazendo de volta uma boa aparência.

Entretanto, alguns problemas acabam por ter fatores genéticos e fogem do controle da pessoa, sendo necessário entender quais problemas são esses e tratar de forma adequada.

Um exemplo é a osteoporose, uma doença óssea que traz consequências para a arcada dentária inclusive. Vamos entender mais sobre ela a seguir.

Quais as causas e problemas relacionados à osteoporose?

Até os nossos 20 anos de idade, nós ganhamos massa óssea e começamos a perdê-las conforme vamos ficando mais velhos, para os homens começando aos 40 anos e normalmente aos 35 nas mulheres, devido às mudanças hormonais causadas pela menopausa.

Além do mais a doença acomete pelo menos uma em cada três mulheres acima dos 50 anos, se tornando um grande problema para o sexo feminino.

Essa condição é caracterizada quando as células ósseas conhecidas como osteoblastos, responsáveis pela regeneração óssea, começam a diminuir sua capacidade de preencher as cavidades que surgem devido a ação dos osteoclastos, células que promovem a absorção de minerais e eliminam áreas de tecido ósseo.

Quando o funcionamento das células que desempenham o papel de substituir a massa óssea por uma nova deixam de funcionar corretamente, os poros que surgem e deveriam ser preenchidos começam a não ser repostos na mesma velocidade que aparecem.

Esses poros, quando não preenchidos, vão deixando espaços vazios na estrutura do osso, gerando, consequentemente, um enfraquecimento devido a perda da densidade.

Relação das complicações ósseas e a saúde bucal

Vários problemas relacionados à arcada dentária têm relação direta com problemas ósseos, como é o caso da retração gengival e gengiva em destaque.

Isso acontece porque uma vez que o osso está enfraquecido, ele perde seu grau de fixação e, quando a estrutura óssea está comprometida, o indivíduo fica mais suscetível a desenvolver doenças periodontais como cáries, infecções, sangramentos e problemas na gengiva.

Sendo assim, irá dificultar procedimentos de correção de estrutura, inclusive quando os ossos não têm a resistência necessária para o uso de aparelho, por exemplo, ou dificultam procedimentos estéticos como a faceta dente.

Em casos extremos, a perda óssea pode ser tão severa que o paciente pode vir a perder ou ter que extrair dentes.

Tratamentos preventivos e corretivos

Sempre o mais indicado é uma correta rotina de higienização e consulta, um simples exame clínico pode apontar para uma osteoporose, dando tempo hábil para um tratamento adequado que busque diminuir os problemas futuros.

Existem procedimentos estéticos, alguns mais em conta e acessíveis que outros como aparelho de porcelana preço mais elevado, porém com melhores resultados.

Alguns cuidados podem ser adotados em casa, como uma alimentação mais saudável. Existem alimentos que são essenciais para o corpo e para o correto funcionamento das células ósseas, como é o caso do cálcio, vitamina D, A e C, fibras e, não menos importante, o consumo ideal de água.

Atividades físicas como musculação e caminhada também são indicados, pois o estresse físico causado pelos exercícios dá sinal ao corpo que é preciso produzir mais células ósseas e musculares, por exemplo.

Em casos que o indivíduo chegou a perder os dentes, pois a doença acometeu de forma muito severa ou que não teve um diagnóstico a tempo de prevenir, pode ser necessário um enxerto ósseo ou também posicionamento de facetas na arcada dentária.

O enxerto ósseo é um procedimento cirúrgico que tem como objetivo retirar uma parte danificada e substituir por outra, que pode ser retirada da própria pessoa ou de animais, sendo o primeiro caso mais propenso a regeneração. 

Nesse sentido, é interessante observar como será a atuação das facetas de porcelana antes e depois de serem colocadas.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.